A Organização Mundial de Saúde aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos. O número de crianças com sobrepeso e obesidade no mundo poderia chegar a 75 milhões, caso nada seja feito. No Brasil, a obesidade vem crescendo cada vez mais. Alguns levantamentos apontam que mais de 50% da população está acima do peso, ou seja, na faixa de sobrepeso e obesidade. Entre crianças, estaria em torno de 15%. (Abeso, 2018)

Obesidade é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde. Doença endócrino metabólica, crônica e multifatorial.

O consenso, como já se sabe é associar a prática de exercícios físicos frequentes aliados a inserção de boas condutas alimentares.

Eis algumas orientações para prevenir a obesidade:

Dê preferência aos alimentos in natura (legumes, verduras, frutas, arroz, feijão, carnes, laticínios, nozes,castanhas, etc.) e diminua o consumo dos ultraprocessados ( bolachas recheadas, iogurtes saborizados, comidas prontas/congeladas, etc.)

Maior consumo de água em detrimento do menor consumo de bebidas açucaradas e de alcoólicos;

Evitar fazer as refeições em frente à televisão, do computador, lendo, estudando ou trabalhando;

Saber diferenciar a fome fisiológica da fome emocional;

Coma com prazer, sem culpa, e sem gula também. Comendo de tudo, mas não tudo, você não passa vontade e nem compromete sua saúde. Fique longe das dietas restritivas. E isso contribui – e muito! para a prevenção dos quadros de obesidade.

Como fazer tudo isso?

Agende sua consulta! (41) 988731825

Rayane Luizi da Costa
Nutricionista (UFPR) CRN 08/11450